Notícias

22/08/2018

As 10 empresas que crescem mais rápido nos EUA – e que servem de inspiração para você

Conheça negócios de alto impacto que, juntos, cresceram mais de 75.000% em três anos

As 10 líderes da lista Inc. 5000, ranking de negócios de alto impacto, somaram receita de US$ 1,2 bilhão em 2017 e apresentaram taxa de crescimento de até 75.661% em apenas três anos.

No levantamento anual da revista Inc. as empresas que apresentam crescimento mais acelerado destacam-se em mercados tão diferentes como alimentação, construção, frete, recursos humanos, transporte, computadores, pesquisa e desenvolvimento, energia solar e celulares.  Inovação é a marca registrada de todas elas.

10. The Garrett Companies

A empresa desenvolve, constrói e gerencia complexos de apartamentos em 14 estados americanos, contrariando a especialização da indústria imobiliária. Essa abordagem garantiu o salto de receita de apenas US$ 550 mil em 2014, ano de sua fundação, para US$ 82 milhões em 2017, um crescimento de 14.822%.

A empresa com sede em Greenwood, em Indiana, já concluiu 46 projetos e entregou mais de 10 mil apartamentos. Com um quadro de 47 empregados, Eric Garret, seu fundador, credita o sucesso às contratações baseadas na identificação cultural. Segundo ele, todas as pessoas de sua equipe tem instinto de competir e de ganhar.

9. Scientist.com

O marketplace fundado em 2007 por Kevin Lustig possibilita que indústrias farmacêuticas e de biotecnologia terceirizem projetos de pesquisas para mais de 22 mil fornecedores de serviços, em mais de 3 mil áreas, como biomarcadores, imunoterapia, engenharia de proteínas, farmacologia molecular e experimentos em biologia humana. 

A Scientist.com promete reduzir tempo e os custos de pesquisa, melhorar o acesso à inovação e garantir conformidade com sistemas regulatórios, atendendo tanto grandes indústrias como pequenas e médias empresas. Entre seus clientes figuram AstraZeneca, Pfizer, Novartis e Bayer. A empresa apresentou um crescimento de 15.268% nos últimos três anos e teve receita de US$ 50,2 milhões.  Nos últimos três, seu quadro de funcionários saltou de oito para 49.

8. Flexport

A empresa de logística que surgiu em plena era da internet tem uma vantagem sobre seus tradicionais competidores, que é permitir aos clientes acompanhar a carga online e em tempo real. Seus serviços são usados por boa parcela dos comerciantes da Amazon, além de grandes empresas como Bridgestone.

A Flexport transporta em torno de 100 mil contêineres anuais por ar, terra ou mar, além de oferecer seguro e prover assistência alfandegária. Fundada em 2013, em São Francisco, pelo CEO Ryan Petersen, conta hoje om 532 funcionários, contra apenas 26 em 2014, e atingiu uma receita de US$ 224,9 milhões em 2017.

8. GForce Life Sciences

Dividindo a oitava posição com a Flexport, a empresa de recursos humanos surgiu em 2013,  tem sede em Chicago, 13 funcionários e uma invejável receita de US$ 16,8 milhões em 2017.

Seu crescimento de 2014 até o ano passado foi de 16.427% mas só começou a mostrar resultados há pouco mais de dois anos, quando ajustou seu foco na busca de talentos para as indústrias médica e farmacêutica. Criada e conduzida por Mark

7. Diamond Assets

Sucesso no segmento de computadores, com receita de US$ 43,1 milhões no ano passado, a empresa fundada por Mike McKenna em 2014 não produz uma única máquina. Seu negócio é comprar equipamentos da marca Apple de escolas e empresas, recondicioná-las e coloca-los à venda em vários distribuidores nos Estados Unidos.

A Diamond emprega 60 pessoas e foi adquirida no início do ano pela empresa de private equity Pfingsten Partners.Seu crescimento em três anos foi de 19.718%.


6. Aeronux Airways

Fundada pelo imigrante iraniano Kambiz Khadem em 2012, a empresa funciona como uma corretora de voos fretados, atendendo clientes com necessidades de viagens em jatos particulares para todas as partes do mundo, sete dias na semana. 

As operadoras de aviões privados registram suas aeronaves no serviço e pagam 20% à por cada um dos voos agendados.  A Aeronux também licencia sua plataforma de reservas para outras companhias. Esses serviços garantiram uma receita de US$ 21,8 milhões em 2017.

5. Depcom Power

Com apenas quatro anos de atividades, a empresa especializada em energia solar conseguiu faturamento de US$ 219,5 milhões em 2017, atingindo um crescimento trienal de 38.963%. No mesmo período, passou de 27 para 100 empregados. Seus nove fundadores são profissionais com vasta experiência em indústrias de energia convencional e renovável.

Liderada por Jim Lamon, a empresa constrói usinas de energia solar para companhias de energia, produtores independentes e empresas de construção. Entre seus serviços, estão consultoria em engenharia, operações, compras e manutenção.

4. Velocity Global 

A proposta da empresa criada por Ben Wright é ajudar companhias a expandir suas operações no exterior sem preocupação com rotinas como folha de pagamento, serviços de imigração, aquisição de talentos e outras responsabilidades relacionadas a recursos humanos. A Velocity Global oferece a seus clientes suporte em 187 países. Com quatro anos de trabalho, atingiu receita de US$ 49,1 milhões em 2017, ante US$ 123 mil três anos antes. Com sede em Denver, emprega 100 funcionários.

 

3. Home Chef

Em 2013, Pat Vihtelic começou seu negócio no ramo da alimentação. Ele fez parcerias com alguns chefes de cozinha para a elaboração de receitas rápidas, saborosas e simples de fazer e entrega, na porta de seus clientes, todos os ingredientes cortados e na medida certa para o preparo dos pratos.

Só em 2017 foram 10 milhões de refeições entregues, o que garantiu à empresa uma receita de US$ 255 milhões, em 2014, foi US$ 423 mil. Em maio, a Home Chef foi adquirida pela Kroger por US$ 200 milhões. Atualmente, opera com 865 funcionários.

2. PopSockets
Como muitos de nós, David Barnett se irritava com o emaranhado dos fones de ouvido na hora de guardá-los n bolso. Decidiu colar um botão grande atrás de seu smartphone para enrolar o fio.

Ficou tosco, mas prático. Então, esse professor de filosofia pensou em aprimorar a ideia. Fez vários protótipos, promoveu uma campanha no Kickstarter em 2012 e acabou chegando a um modelo de acessório que faz sucesso no mundo todo. No ano passado, vendeu mais de 40 milhões de unidades, garantindo à empresa uma receita de US$ 168,8 milhões, um crescimento de 71.424% em três anos. A empresa emprega mais de 118 pessoas.

1. SwanLeap

Com o uso de tecnologias de inteligência artificial e aprendizado de máquina, a empresa de soluções para gerenciamento de transporte criada por Brad Hollister  em 2013.oferece  auditoria, análise e consultoria de frete de um jeito diferente, garantindo economia e rapidez aos clientes no envio de cada pacote ou contêiner.

Segundo a SwanLeap, graças aos seus serviços as empresas economizam em média 26,7% nos gastos com frete e melhoram suas cadeias de suprimentos. No ano passado, a empresa registrou US$ 98,9 milhões de faturamento, crescimento de 75.661% em três anos. No mesmo período, o número de empregados passou de quatro para 49.

Fonte: PEGN, Por

Endereço
Rua Alagoas, nº 396, Cj. 206
Jardim dos Estados | CEP 79020-120
Edificio Atrium Corporate
Campo Grande | MS - Brasil
Tel: +55 (67) 3383.7636

Formas de Pagamento

Formas de Pagamento
Tag3 - Desenvolvimento Digital